Pular para o conteúdo principal

Postagens

Destaques

Sobre a felicidade de se amar em paz

Delícia nessa vida é a gente voltar a versos que a gente conhece há anos e realmente parar para pensar neles com a serenidade que os anos nos trazem. Estou aqui agora ouvindo o poetinha na voz de Gal Costa e de repente me vieram elucubrações a respeito do amor.

Eu sempre me perguntei, quando mais nova, o que vinha a ser a expressão "amar em paz" dos versos de Vinícius. Isso porque durante os meus vinte e poucos anos, aquilo que eu chamava de amor vinha acompanhado de um série de outros sentimentos que mal sabia eu, denotavam a efetiva inexistência do amor. É que junto do bem querer, havia também medo, insegurança, ciúmes, por vezes raiva e mais outros tantos sentimentos que não permitiam que eu vivesse essa experiência, até então para mim utópica, de amar em paz.

Isso não quer dizer que eu não tenha nutrido pelas pessoas que cruzaram a minha vida sentimentos bons de bem-querência. Pelo contrário. Eles existiram. Mas, devido à imaturidade que os tenros anos de juventude o am…

Últimas postagens

Sobre olhares e inocências

Sobre ser mulher no século XXI

Sobre a subversão da irracionalidade das nossas idiossincrasias e medos

Contos - Série Epifanias: O Charuto

Sobre a Fé o Amor e a Esperança